Apostas da Lotofácil, Mega Sena e Quina ficam mais caras

09/05/2014 13:58

A partir desta sexta-feira (09), o valor da aposta mínima da Lotofácil, com 15 números, será R$ 1,50. Já no caso da Mega Sena e Quina, as apostas simples custarão R$ 2,50 e R$ 1,00, respectivamente, a partir de domingo (11). As apostas da Quina com seis números custarão R$ 4,00, e as com sete números, R$ 10,00.

No último dia 30, a Caixa publicou no Diário Oficial da União a Circular 653, que regula as loterias. E no dia 17 de abril, o banco foi autorizado pelo Ministério da Fazenda a reajustar o preço das apostas das loterias Mega Sena, Lotofácil e Quina.

Parte do dinheiro arrecadado com as loterias é destinada ao Ministério do Esporte, à despesa de custeio e manutenção de serviços, à seguridade social, ao Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior (Fies), ao Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), ao Fundo Nacional da Cultura, ao Comitê Olímpico Brasileiro e ao Comitê Paraolímpico Brasileiro.

O prêmio bruto das loterias corresponde a 46% da arrecadação. Sobre o prêmio bruto incide alíquota de 30% de Imposto de Renda.

Fonte: Estado de Minas

Campanha de Vacinação contra Gripe termina nesta sexta-feira

08/05/2014 17:41

Termina nesta sexta-feira (09) a “Campanha de Vacinação contra a Gripe”, lançada em 22 de abril. Em Muriaé, a vacina está disponível no Centro de Especialidades Papa João Paulo II, no Centro; nos PSFs dos bairros; e nas Policlínicas da cidade.

A meta, segundo o Ministério da Saúde, é vacinar 80% do grupo prioritário, que inclui: idosos, gestantes, mulheres no período até 45 dias após o parto, doentes crônicos, acamados e profissionais de saúde.  Neste ano, houve a ampliação da idade inicial para receber a vacina. Crianças de seis meses e menores de cinco anos também devem ser imunizadas.

A vacina contra a gripe pode reduzir em até 45% o número de hospitalização por pneumonia e em até 75% a mortalidade global. Na população idosa, o risco da evolução de uma gripe para pneumonia cai em cerca de 60% e o risco global de hospitalização e morte pode ser reduzido em 50% e 68%, respectivamente.

Exposição Literária “Geometria do Amor” começa nesta quinta-feira

08/05/2014 17:13

Entra em cartaz, nesta quinta-feira (08), na Biblioteca Pública Municipal Vivaldi Wenceslau Moreira, a exposição “Geometria do Amor”, com textos e poemas sobre o tema mais abordado na Literatura Universal.

A mostra reúne textos de Adélia Prado, Camões, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Hans Christian Andersen, Manuel Bandeira, Mário Quintana, Pablo Neruda, Vinicius de Moraes e William Shakespeare, entre outros escritores renomados.

“Geometria do Amor” é resultado de uma parceria da Prefeitura de Muriaé com a Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais/Superintendência de Bibliotecas Públicas, com o objetivo de despertar, motivar e renovar o prazer da leitura em pessoas de todas as idades.

A exposição segue até o dia 30, com entrada franca, e pode ser visitada no horário de 07h30 às 19h, de segunda-feira a sexta-feira. Também é possível agendar visitas mediadas pelo telefone (32) 3729-1242 (Coordenadora Fabiola).

A Biblioteca Pública fica na Rua Arthur Bernardes, nº 50, no Centro de Muriaé. 

Comércio de Muriaé está otimista para o “Dia das Mães”

08/05/2014 16:48

O comércio de Muriaé está com boas expectativas para o “Dia das Mães”, comemorado neste domingo (11). A data, que é considerada a segunda melhor para as vendas – perdendo apenas para o Natal – movimenta lojas de vestuário, decoração, perfumarias, floriculturas e até restaurantes e supermercados – já que os filhos também fazem questão de garantir o tradicional almoço com a mamãe.

E se o apelo emocional não funciona na hora de pensar no melhor presente, o consumidor não tem muito como resistir diante das belas vitrines, com suas mensagens, adesivos, flores, e predominância dos tons rosa, vermelho e lilás. Cheias de novidades, as lojas de vestuário celebram a data concomitante à chegada dos dias mais frios e, segundo a vendedora Viviane Gomes, boas opções são as blusas de frio, calças floridas, casacos e vestidos em renda, com manga.

Além destas sugestões, os comerciantes também destacam boas vendas de calçados, bolsas, pijamas, livros, chocolates, perfumes e, é claro, de buquês de flores que, muitas vezes, acompanham algum outro presente.

As promessas de desconto também fazem com que muitos clientes entrem nas lojas nem que seja para dar a tradicional “olhadinha”. Alguns estabelecimentos estão trabalhando com descontos que variam de 15% a 30% à vista. “Dá até para levar mais de um presente”, sugere a vendedora Angélica Soares.

De acordo com a empresária Lucila Ambrósio, com experiência de 30 anos no comércio, as vendas estão indo bem, graças, principalmente, ao seu investimento em peças “plus size” que, muitas vezes, o consumidor tem dificuldade de encontrar na cidade: “São peças adequadas para muitas mães, devido não só ao tamanho, mas também aos modelos e comprimento”, explica.

Horário Especial

Diante destas expectativas dos comerciantes, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Muriaé prevê um aumento de até 10% nas vendas e, para contribuir com esta perspectiva, sugeriu um horário especial de funcionamento para o sábado (10), quando as lojas ficarão abertas até as 18h.

Além disso, a entidade também tem uma parceria com o comércio, através da qual será realizada um sorteio, no próximo dia 13 – de 11 jantares e 11 vale-compras no valor de R$ 500,00 –, dentro da campanha “Show de Prêmios”.

Dicas na hora de comprar o presente da mamãe:

* Vestuário: verifique se a loja faz troca de produtos, bem como o prazo para este procedimento. Solicite que os dados constem na nota fiscal, como forma de garantia;

* Eletrodomésticos e eletroeletrônicos: solicite o teste e a demonstração do funcionamento na loja. Prefira produtos com selo de organismos de inspeção e observe se a voltagem (110 ou 220V) é compatível com a tensão do imóvel;

* Compras na internet: nesses casos o consumidor pode desistir da compra no prazo de sete dias a partir da data de assinatura do contrato ou do recebimento do produto;

* Compre à vista: prefira sempre as compras à vista, que possuem melhores preços. As compras feitas no cartão de débito e crédito sem parcelamento também são consideradas à vista. Fique atento, pois, segundo o Código de Defesa do Consumidor, a loja não pode estabelecer valor mínimo para a utilização dos cartões de crédito e débito.

* Nota fiscal: exija sempre a nota fiscal e solicite informações no verso, como troca, prazos de troca e entrega de mercadorias. Caso o comerciante não faça trocas, ele tem a obrigação nos casos de vícios ou defeitos. O Código de Defesa do Consumidor garante prazo de 30 dias para reclamações de produtos não duráveis e 90 dias para produtos duráveis.

Pablo Emílio retorna à Prefeitura de Patrocínio do Muriaé

08/05/2014 15:51

Pablo Emílio chegou à Prefeitura acompanhado do advogado Vanderlúcio Miranda

População comemorou retorno de Pablo Emílio à Prefeitura de Patrocínio

Afastado por 180 dias pelo Ministério Público Federal, sob acusação de irregularidades no setor de merendas do município, o prefeito de Patrocínio do Muriaé, Pablo Emilío, reassumiu seu cargo nesta quinta-feira (08).

Durante o trajeto até à sede da Administração Municipal, ele recebeu os cumprimentos de vários populares, que também se fizeram presentes na porta da Prefeitura. O chefe do Executivo de Patrocínio do Muriaé chegou acompanhado de seu advogado, Vanderlúcio Miranda de Freitas, e agradeceu à população pelo apoio: “Quero primeiro agradecer a Deus e a todos que confiaram em mim e tiveram sempre do meu lado. O município nunca conseguiu tantos benefícios como aconteceu nestes 10 meses de governo. Cito o SAMU, mais de dois milhões investidos em veículos diversos e a organização da cidade”, ressaltou o prefeito.

O retorno de Pablo Emílio à Administração Pública ocorreu porque foi encerrado o período de afastamento determinado pela justiça mineira e porque a ação ainda não foi julgada.

Em relação às acusações que sofreu, o prefeito acredita que sua atuação “em nome do povo e não para meia dúzia” – como ele mesmo cita –, deve ter deixado alguns políticos desconfortáveis: “Estes políticos mais antigos da cidade viram que sou uma pessoa nova, que entrou e quer trazer benefícios para o município. Em cima das acusações que estou recebendo, houve até vereador usando prova receptada de furto para provocar meu afastamento”, destacou.

Pablo Emílio também adiantou que irá dar prosseguimento às obras que foram paralisadas durante seu afastamento, priorizando a Creche Municipal: “Temos mais de R$ 300 mil em conta para esta obra de grande importância. Fico feliz de estar incomodando meia dúzia e de poder deixar feliz os mais de 90% de patrocinenses. Meu trabalho certamente vai continuar incomodando”, finalizou.

Fonte e Fotos: Silvan Alves

Mineiros temem transposição do Rio Paraíba do Sul

08/05/2014 15:23

Obra para levar água para abastecer São Paulo preocupa população da Zona da Mata

Participantes da audiência pública da Comissão Extraordinária das Águas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), realizada na Câmara Municipal de Muriaé, na quarta-feira (07), temem que a transposição do Rio Paraíba do Sul para o Sistema Cantareira, que abastece a Região Metropolitana de São Paulo, leve à restrição do consumo ou até mesmo à escassez de água na região.

O alerta foi feito em reunião que discutiu o pedido de autorização do governo paulista para realizar a obra. O debate foi solicitado pelo deputado Pompílio Canavez (PT). Segundo ele, a solicitação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, causa apreensão e exige de Minas Gerais a realização de estudos consistentes sobre as consequências a médio e longo prazo dessa transposição: “Infelizmente o consumo irracional, a poluição dos rios e os sucessivos erros de gestão dos recursos hídricos nos colocaram em situação de escassez. O Paraíba do Sul já se encontra em baixa por causa da estiagem. E mesmo diante deste cenário, o Estado de São Paulo está pleiteando resolver sua crise hídrica com nossas águas”, salientou.

Segundo o deputado, o próprio Geraldo Alckimin informou que são desperdiçados cerca de 40% do volume de água do Sistema Cantareira devido a falhas na rede de distribuição, sendo que o reservatório está operando com apenas 9,8% de sua capacidade. É o pior nível registrado desde 1984, quando começaram as medições da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Ele afirmou ainda que o governo paulista pretende abastecer cerca de 2 milhões de habitantes com a água a ser captada no Rio Paraíba do Sul.

Para o chefe de Gabinete da Prefeitura de Muriaé, Adellunar Marge, Minas Gerais deve “socorrer” São Paulo. Ele defende que a medida seja pensada com cautela: “Não podemos deixar que outros brasileiros sejam penalizados pela ausência de água”, defendeu.

Por sua vez, o secretário executivo da Bacia do Rio Muriaé, Antônio José Francisco, afirmou que não deseja que os dois Estados entrem em conflito, mas adverte que a retirada de água no Rio Paraíba do Sul vai causar impactos nos demais rios da região, tais como o Muriaé, o Pomba, o Carangola, entre outros: “Temos que saber precisamente quantos metros cúbicos de água cada rio vai baixar. Não é certo penalizar a lavoura, a indústria e os cidadãos mineiros em prol do abastecimento de São Paulo”, afirmou.

Falta de planejamento é motivo de crise hídrica

Na visão dos participantes da reunião, a falta de planejamento de sucessivos governos paulistas, ao longo de décadas, é uma das principais causas da crise. A presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Afluentes Mineiros dos Rios Pomba e Muriaé, Maria Aparecida Borges Pimentel Vargas, explicou que o Brasil vive dois extremos – o de seca e o de cheia –, e que o Rio Paraíba do Sul está mais próximo do primeiro panorama. Segundo ela, essa bacia já abastece 5 milhões de pessoas em Minas Gerais, e a Sabesp já utiliza recursos de outro rio mineiro, o Piracicaba. “A vigência dessa autorização está vencendo, os agentes públicos de São Paulo tiveram dez anos para repensar o sistema e corrigi-lo. Agora que vão perder essa outorga, querem se valer do Rio Paraíba do Sul”, destacou.

Maria Aparecida explicou também que técnicos paulistas apresentaram dez alternativas para reverter o cenário de exaustão do Sistema Cantareira e a transposição do Paraíba do Sul foi considerada uma das últimas opções. No entanto, por ser a medida que demandaria menos tempo para ser concretizada, foi logo colocada em negociação com o governo mineiro. Ela alertou, porém, que a obra resolveria o problema de abastecimento de São Paulo por, no máximo, 20 anos: “Para a crescente população paulista, isso significa optar por uma medida paliativa e que poderá trazer não só perda de recursos hídricos para Minas como também redução do nosso potencial energético”.

Para o promotor de Justiça Bruno Guerra de Oliveira, São Paulo quer apenas “apagar um incêndio”. “E apagar incêndio não faz parte de um processo de planejamento”, criticou. Ele acrescentou que questões políticas e partidárias devem ser deixadas de lado.

Igam prepara parecer técnico

O coordenador do Núcleo Regional do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) em Juiz de Fora, Eduardo de Araújo Rodrigues, disse que o Estado ainda não se manifestou sobre a solicitação do governo paulista em função de mudanças na gestão do órgão. Ele informou, contudo, que o Igam pretende apresentar um parecer o mais rápido possível. Alertou ainda que se Minas não recuperar suas nascentes, encostas e margens de rios, vai vivenciar o mesmo problema de São Paulo.

Quanto à baixa em rios da região caso seja feita a transposição, Eduardo afirmou que rios como o Muriaé, na verdade, fornecem água para o Paraíba do Sul: “Sendo assim, não haveria alteração no abastecimento propiciado por esses rios, com a captação de água no Paraíba”.

No entanto, o deputado Pompílio Canavez ponderou que já há conflitos por água na região e que a medida pode reduzir ainda mais, ao longo dos anos, a capacidade de emitir outorgas e demais autorizações de captação e uso dos recursos hídricos na Zona da Mata.

Debates

O público presente também se manifestou e cobrou que a discussão seja ampliada para um número maior de cidadãos, sobretudo aqueles que podem ser futuramente prejudicados com a transposição. Os participantes da reunião ainda puderam registrar testemunhos de moradores locais e vereadores sobre episódios de escassez de água na região e expuseram preocupação sobre o caráter político que a decisão pode tomar.

Fonte: ALMG

PM fecha Banca de Bicho em Carangola e apreende mais de R$ 200 mil

08/05/2014 14:58

Na quarta-feira (07), durante uma operação da Polícia Militar, em parceria com a Polícia Militar Rodoviária e PM do Meio Ambiente, foi fechada uma Banca de Jogo do Bicho na cidade de Carangola (MG), culminando com a apreensão de mais e R$ 200 mil e duas armas de fogo, entre outros objetos. Cinco pessoas foram detidas.

A operação teve início a partir de denúncias anônimas. Testemunhas entraram em contato com a PM e relataram que haviam visto alguns homens, armados, escoltando um veículo que transportava malotes de dinheiro.

Dois veículos – uma Outlander e um Cobalt –, que saíam em direção a Divino, na MG 482, foram abordados. Na Outlander foi encontrado o valor total de R$ 200 mil, além de anotações relativas ao jogo de bicho, com endereço de uma banca em Carangola. Cinco pessoas foram presas, entre elas, dois homens armados e uma mulher. O mais jovem do grupo, de 22 anos, assumiu ser o dono da banca central.

A ação policial continuou na banca, onde foram encontrados dinheiro, animais da fauna silvestre e máquinas de cartão de crédito. A Polícia também esteve na casa de três envolvidos, onde localizou mais dinheiro, anotações com nomes de pessoas relacionadas ao jogo do bicho e outras máquinas de cartão de crédito.

Música Brasileira perde um de seus maiores nomes: Jair Rodrigues

08/05/2014 14:28

Faleceu, na manhã desta quinta-feira (08), o cantor Jair Rodrigues, de 75 anos. O artista vinha apresentando um quadro de saúde delicado nos últimos meses. Famoso pelas suas apresentações nos Festivais da Canção na década de 60, ele morreu em sua residência em Cotia, em São Paulo. A causa da morte ainda é desconhecida.

Natural de Igarapava e pai de Jair de Oliveira, mais conhecido como Jairzinho, e da também cantora Luciana Mello, o artista foi o intérprete de canções famosas, como “Disparada” e “Deixa Disso”. Em 5 de abril de 2014, lançou o CD duplo, “Samba Mesmo”, seu último trabalho.

Marcado pelo carisma e a empolgação com que interpretava as canções, Jair Rodrigues foi presença constante na música brasileira. Lançou o primeiro disco em 1962 e em 1965, recebeu destaque com a parceria feita com Elis Regina no programa “O Fino da Bossa”. No ano seguinte, cantando Disparada, de Geraldo Vandré e Théo de Barros, dividiu o prêmio de melhor música no “Festival da Canção”com Chico Buarque e Nara Leão, que apresentaram a “A Banda”.

Ao longo da vida chegou a trabalhar como engraxate, mecânico, ajudante de alfaiate e pedreiro. Em 1963 gravou o primeiro álbum “O Samba Como Ele É”. “Irmãos Coragem”, “A majestade o sabiá” e “Orgulho de Um Sambista” também marcaram a carreira do cantor.

Fonte: Estado de Minas