Torneio Interbairros tem a participação de 16 equipes de Muriaé

10/02/2017 16:19
01 - abertura
02 - Santana e Cerâmica
03 - São Francisco
04 - Inconfidência
Já está em andamento o I Campeonato Interbairros de Futsal de Muriaé, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer. A abertura aconteceu na noite de segunda-feira (6), no Ginásio Rodrigão.
A primeira partida do torneio teve empate de 2×2 entre Cerâmica e Santana. Na sequência, o São Francisco venceu o Inconfidência por 3×1. As quatro equipes formam o grupo A da competição, que tem ainda a participação dos times dos bairros Planalto, Santa Terezinha, Porto e Encoberta no grupo B; Safira, Dornelas, Primavera e Porto Belo no grupo C; além de Barra, São Pedro, Padre Tiago e São Cristóvão.
Os dois primeiros colocados de cada chave se classificam para as quartas-de-final. O torneio, que terá todas assuas partidas realizadas no Rodrigão, segue até 19 de março, data em que acontecem os jogos de disputa do terceiro lugar e do título.
– Em nome da administração municipal, desejo boa sorte a todas as equipes participantes. Estamos certos de que o campeonato será um grande sucesso, com jogos vibrantes, e que a rivalidade ficará apenas dentro de quadra – disse a secretária de Educação, Esporte e Lazer de Muriaé, Maria da Conceição Rodrigues de Souza, a Nininha.

Semáforos na Armação operam em modo de alerta

10/02/2017 15:33
semafoto 1
semamaforo 2
sema´foro 3
semaforo 4
Até o fim de fevereiro, quatro semáforos localizados na região da Armação funcionarão apenas em modo de alerta. A medida tem caráter experimental, para que o Demuttran possa verificar a fluidez do trânsito em diferentes horários do dia e ter o embasamento adequado para verificar as possibilidades.
Dois dos quatro semáforos estão instalados na Avenida Constantino Pinto – um no sentido Rodoviária – Muriaé Tênis Clube, logo após a lanchonete Bob’s, e outro na direção contrária, junto ao Nosso Posto. O terceiro, também junto ao posto, fica na descida da rua Presidente Arthur Bernardes, enquanto o quarto está situado bem em frente, no fim da rua Getúlio Vargas.

Empresas do Simples Nacional dispensadas do adicional de 10% do FGTS

10/02/2017 14:54

Extrato-FGTS-1024x728

Uma decisão judicial da 20ª Vara Federal do Distrito Federal dispensou uma empresa optante pelo Simples Nacional do pagamento da multa de 10% sobre o FGTS nas demissões sem justa causa sob a justificativa de ilegalidade, tendo em vista que a cobrança não é prevista na legislação.

O fim deste adicional, para todas as empresas, é uma bandeira recorrente do SESCON-SP, das entidades da contabilidade e do Fórum Permanente em Defesa do Empreendedor. O Sindicato, inclusive, já reivindicou na Justiça a desobrigação para organizações que representa.

A multa foi criada em 2001 com a finalidade específica de cobrir os rombos nas contas do FGTS provocados pelos planos econômicos Verão e Collor 1, de 1989 e 1990. Surgida de forma transitória, entretanto, permanece até hoje.

“O adicional cumpriu a sua função há muito tempo, mas continua a onerar as empresas brasileiras”, destaca o presidente do SESCON-SP e da AESCON-SP, Márcio Massao Shimomoto, que comemora a decisão judicial. “Um movimento muito positivo para as optantes do Simples Nacional. Para as demais organizações, continuamos a lembrar a finalidade da criação da multa e reivindicar definitivamente a sua extinção”, acrescenta o líder setorial, ao destacar que este é mais um item que encarece o trabalho e inibe a formalização dos empregos no País.

Secretaria de Fazenda envia aviso de débito do IPVA via mensagem de celular

10/02/2017 14:47

unnamed

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) está encaminhando, por meio de mensagens de texto para telefone celular (SMS), avisos de débito aos proprietários de veículos que ainda não pagaram a primeira parcela do IPVA 2017. Vale lembrar que o vencimento da segunda parcela do imposto começou nessa quinta-feira (9/2) e vai até a próxima quarta-feira (15/2).

Quem está inadimplente pode quitar o débito da mesma forma, dirigindo-se aos caixas eletrônicos ou aos agentes arrecadadores com o número do Renavam em mãos. A multa e os juros referentes ao atraso serão calculados automaticamente. Quem não for cliente bancário pode retirar a guia de recolhimento, já com o valor atualizado, diretamente no site da Secretaria de Fazenda e pagar até mesmo em casas lotéricas.

O superintendente de Arrecadação e Informações Fiscais da SEF, Leônidas Marcos Torres Marques, alerta os contribuintes que o SMS enviado não contém qualquer link. “O texto enviado não remete a nenhum site nem a downloads de arquivos. O objetivo é exclusivamente lembrar aos proprietários de veículos que o imposto ainda não foi pago”, informa. A mensagem é a seguinte: “Aviso IPVA/MG: Constam pendências relativas ao pagamento do IPVA, veículo placa xxx-xxxx. Dúvidas, ligue: 155 (LIGMINAS)”.

Os avisos de cobrança foram encaminhados para 1.288.997 contribuintes, cujos débitos são superiores a R$ 100, totalizando R$ 660.104.981,40 em omissão.

Leônidas Marques recomenda aos contribuintes regularizarem seus débitos para evitar transtornos futuros. “O cidadão que estiver com o veículo em situação irregular por falta de pagamento do imposto está sujeito a ser inscrito em dívida ativa do Estado e sofrer protesto cartorial. Além de correr o risco de ter o veículo apreendido pela autoridade policial, pagar multa e acumular pontos na carteira de habilitação, a partir do momento que a documentação de 2017 (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos-CRLV) começar a ser exigida”, diz.

O pagamento do IPVA em atraso gera multa de 0,3% ao dia (até o 30º dia), multa de 20% após o 30º dia e juros (Selic) calculados sobre o valor do imposto ou das parcelas, conforme o caso.

 Destinação

Do valor arrecadado com o IPVA, 20% são repassados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), 40% são destinados ao caixa único do Estado e 40% vão para o município de licenciamento do veículo.

O total esperado de arrecadação do IPVA 2017 é de R$ 4,7 bilhões. Até 31 de janeiro, a arrecadação com os pagamentos feitos em cota única – com desconto de 3% – e parcelados foi de R$ 2.132.526.559,61, o equivalente a 44,87% do total emitido para o ano.

Leônidas Marques reitera que os recursos arrecadados com o imposto voltam em forma de benefício para a sociedade para investimento em serviços essenciais como saúde, educação, segurança, trânsito e transporte.

O Carnaval está chegando. Fique atento às dicas da Energisa e proteja-se

10/02/2017 13:18

energisa

Com a proximidade do Carnaval, aumentam os riscos de acidentes com a rede elétrica principalmente durante a concentração e o desfile de blocos e agremiações de bairro. A Energisa tem dicas fundamentais para você cair na folia com segurança e evitar acidentes. Fique atento:

1 – Mantenha distância da rede elétrica: fique atento à altura máxima permitida do trio elétrico ou do caminhão de som. Estruturas e foliões precisam ficar dois metros de distância das redes elétricas. Quanto mais distante da rede elétrica, melhor. Não é preciso encostar na rede para sofrer choque elétrico, quase sempre fatal. Por isso, mantenha distância sempre.

2- Solicitem com antecedência autorização dos órgãos competentes para o deslocamento e traslado nas vias públicas de trios elétricos.

3- Em caso de colisão entre carros e postes de energia, não toque ou se aproxime dos cabos caídos ao solo e das partes metálicas dos veículos para evitar risco de choque elétrico.

4- Serpentinas de papel ou metálicas, jatos de espumas ou de água e fogos de artifício não devem ser lançados em direção às redes de energia para evitar risco de choque elétrico.

5- Decorações e alegorias não podem ser fixadas em postes ou em redes elétricas.

6 – Nunca toque ou levante os cabos de baixa/média tensão, mesmo se estiver usando luvas isolantes. A rede elétrica só pode ser manuseada por profissionais da Energisa.

7 – Não use extensões ou sobrecarregue um ponto de energia ligando vários equipamentos ao mesmo tempo. Isso pode causar curto-circuito e incêndios.

8 – Não faça ligações clandestinas. Além de ser crime, aumenta o risco de acidentes.

9 – Não solte fogos de artifício em direção ou próximo à rede elétrica. Isso porque pode romper fios e cabos e causar graves acidentes.

Lembre-se: a Energisa está disponível 24 horas por dias para atendê-lo. Sempre que preciso, ligue gratuitamente para o telefone 0800 032 0196. A Energisa também está presente pelas redes sociais — Facebook e Twitter — e pelo sitewww.energisa.com.br. Proteja a vida dos foliões e garanta o sucesso da festa!

Prefeitura e Governo do Estado unem forças para incentivar a Piscicultura na região

10/02/2017 12:42

piscicultores

Depois de ser instituída cidade “Pólo em Excelência em Piscicultura Ornamental da Zona da Mata”, Muriaé vai representar toda a região frente cenário estadual e nacional. Desta forma, na quarta-feira, 7, o prefeito Grego recebeu, em seu gabinete, a diretora da Secretaria de Estado de Agricultura, Ana Carolina Castro Euler para alavancar a parceria da Prefeitura com o Governo do Estado e ambos incentivarem a nova economia em ascensão.

A comitiva foi trazida pelo secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Manoel Carvalho que, junto com a responsável pelo incremento da Piscicultura em MG, trouxe o médico veterinário piscicultor, Gabriel Batista (Patrocínio do Muriaé); o técnico do Sebrae, Galvão Emerick e o presidente da Associação dos Apicultores de Patrocínio do Muriaé, Getúlio Dias Leite.

A Administração participará do desenvolvimento da nova economia auxiliando na prestação de serviços e criação de um mutirão de capacitação para os piscicultores. Segundo o secretário de Agricultura, futuramente será incluso no orçamento municipal um recurso para pagamento de funcionário que preste assistência técnica aos criadores de peixes ornamentais.

A nova categoria que ganha força no mercado nacional produz e escoa o produto em ritmo acelerado. Como contribuição, mais imediata, surgiu a ideia de se realizar um “Dia de Campo da Piscicultura” para reunir os criadores para a troca de experiências e atrair visitantes, compradores e colecionadores dos diversos estados – Minas, Rio e São Paulo.

Força-tarefa da Emater-MG possibilita o Cadastro Ambiental Rural de agricultores familiares da Zona da Mata

10/02/2017 12:36

Treinamento dos estudantes do Instituto Federal (1)

A velha máxima de que ‘a união faz a força’ foi fundamental para um importante trabalho desenvolvido pela Emater-MG, na regional de Juiz de Fora, Zona da Mata. Uma força-tarefa coordenada pela empresa garantiu a mais de 1600 agricultores familiares a inclusão do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O CAR é um registro público eletrônico nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento. A inscrição no CAR deverá ser feita até 31 de dezembro de 2017, e após essa data, as instituições financeiras só concederão crédito agrícola, em qualquer de suas modalidades, para proprietários de imóveis rurais que estejam inscritos no CAR.

O registro é feito de forma eletrônica e técnicos de 24 municípios ligados à Regional de Juiz de Fora se uniram para conseguir auxiliar o maior número possível de agricultores familiares a fazer o cadastro. “A maioria dos agricultores familiares, apesar de muito interessada, não estava conseguindo efetuar o cadastramento. Muita vezes eles não encontravam nos municípios alguém que pudesse ajudar ou, quando encontravam, na maioria das vezes, eram consultores de empresas ambientais que cobravam um preço que eles não podiam pagar”, explica o coordenador técnico de Meio Ambiente da Emater-MG, Gilberto Malafaia.

Assim que a Emater-MG iniciou gratuitamente o trabalho de atendimento aos agricultores familiares para o cadastramento, a equipe da regional de Juiz de Fora se organizou para fazer um trabalho que envolvesse todos os escritórios locais, não só com o time de técnicos, mas também com a participação da equipe administrativa. “Com isso, o técnico de um local auxiliava outro com maior demanda. E enquanto os técnicos saíam para realizar o trabalho no campo, os administrativos atendiam os agricultores nos escritórios para a elaboração do CAR”, explica o coordenador.

A equipe da Emater-MG também se dedicou a divulgar junto aos produtores rurais a necessidade de fazer o CAR. Em pouco tempo de trabalho, muitos escritórios começaram a fazer marcação de visitas de agricultores para fazer o cadastro, em alguns casos até com distribuição de senhas para organizar a grande demanda.

Treinamento e parcerias

Para conseguir atender às necessidades dos agricultores, a equipe da Emater-MG passou por treinamentos e também fez várias parcerias. No início dos trabalhos, os técnicos tiveram uma capacitação dada pela equipe da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semad).

Várias parcerias foram firmadas nos municípios da região. Um exemplo foi o acordo com núcleo do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (IF), em Lima Duarte. Trinta estudantes dos cursos técnicos de Meio Ambiente e Zootecnia foram treinados pela Emater-MG para prestar atendimento aos produtores, muitas vezes nas comunidades rurais. A ação foi estendida aos municípios Olaria e Pedro Teixeira, com apoio das prefeituras.

Câmaras municipais e prefeituras de outros municípios também fizeram parte da força-tarefa para ajudar no cadastramento. Os funcionários foram treinados pela Emater-MG e contribuíram no atendimento aos agricultores familiares. O Instituto Estadual de Florestas (IEF – Regional Mata) também auxiliou com treinamento de pessoas que poderiam ajudar na ampliação do número de agricultores cadastrados. “A gente só conseguiu atingir mais de 1600 propriedades no CAR graças a este esforço coletivo na região, que incluiu treinamento e parecerias”, afirma Gilberto Malafaia.

Reconhecimento

O trabalho desenvolvido pela equipe regional da Emater-MG de Juiz de Fora ficou em segundo lugar estadual no concurso ‘Destaque MelhorAção’ de 2016. Promovido pela empresa, ele tem o objetivo de reconhecer as melhores iniciativas desenvolvidas pelos seus funcionários.

As ações precisam ter resultados significativos na rotina da unidade de trabalho da empresa ou para o cliente da Emater-MG. Os técnicos responsáveis pelos trabalhos classificados em primeiro, segundo e terceiro lugares no Estado serão contemplados com uma viagem para conhecer as experiências de sucesso em Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural) em outro estado do país.

CAR no Estado

A Emater-MG auxilia os agricultores familiares a fazer o CAR em todo o Estado. Em 2015, aproximadamente 700 técnicos começaram a ser capacitados para dar apoio aos produtores rurais fazem parte dos programas executados pela empresa. O preenchimento do CAR é gratuito e tem uma parte informativa, com dados cadastrais do proprietário e da propriedade. Outra etapa é o preenchimento de um croqui para declarar as afeições no terreno, como vegetação nativa, área de cultura e de pastagens, os rios e as nascentes existentes. O agricultor familiar que já é assistido pela Emater-MG em outros programas e apresentar dificuldades para o CAR pode procurar a unidade da Empresa para receber auxílio.

Para realizar o cadastro, Minas Gerais desenvolveu o Sicar-MG, que é o sistema oficial para o cadastramento dos imóveis rurais do Estado. É preciso acessar o site www.car.mg.gov.br e fazer o download do programa. Os produtores rurais que possuem até quatro módulos fiscais podem realizar o procedimento de maneira simples, porque o Cadastro é autodeclaratório e exige apenas um croqui simples da propriedade. Já aqueles que têm mais de quatro módulos precisam de uma Responsabilidade Técnica (RT), um profissional que auxilia no cadastro, porque é exigida informações de georreferenciamento.

Educação alcança material esportivo e reinicia Ruas de Lazer em Muriaé

10/02/2017 12:31

esporte.viagem a BH.2

Esporte.viagem a BH

Bolas de futsal, vôlei, futebol de campo e outros materiais esportivos foram conquistados pela Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer em visita realizada ao Centro Administrativo de Belo Horizonte. O órgão também voltará a realizar as conhecidas Ruas de Lazer no município, há algum tempo desativadas.

A secretária de Educação, Maria da Conceição de Souza, e o Chefe da Divisão de Projetos e Entretenimento, Wellington Forin, através da interseção do deputado Estadual, Wilson Batista, e do vereador, Reginaldo Roriz, alcançaram um canal aberto de relações com a Secretaria de Esporte do Estado de Minas Gerais, e, para tanto, estiveram na Prefeitura da capital para assinar o convênio de repasse de material.

A Secretaria Municipal de Educação, nesta Administração, veio a receber a integração da pasta de Esporte e Lazer, a qual antes funcionava de forma independente.

Maria da Conceição, conhecida como Nininha, também anunciou a volta das Ruas de Lazer no município. O programa voltará a acontecer neste mês de fevereiro, provavelmente no dia 19 (domingo), no bairro do Porto, para atender a população do local e adjacências: “Pretendemos reunir de forma harmoniosa e esportiva os jovens, crianças, pais e amigos dos bairros Porto, Padre Tiago, Inconfidência, Kennedy, Chalé, Santa Terezinha, Encoberta e São Pedro e de onde mais puderem participar”, disse Nininha, lembrando que o novo programa chegará aos diversos bairros e distritos.

2